Entenda como o ar-condicionado pode evitar problemas respiratórios – A.Dias

set 14

Entenda como o ar-condicionado pode evitar problemas respiratórios

Problemas respiratórios: Entenda como um aparelho de ar-condicionado pode te ajudar a se prevenir e manter a saúde em dia! Leia mais...

 

Desde o seu surgimento, o ar-condicionado tem sido objeto de um grande debate sobre sua influência para a saúde. Enquanto alguns afirmam que ter um ar mais fresco durante os meses quentes apenas mantém os usuários confortáveis, outros argumentam que esse ambiente é necessário para mantê-los saudáveis.

 

É normal que essa dúvida exista, afinal, ambos os lados defendem pontos pertinentes. Além disso, as investigações sobre os efeitos do uso do ar-condicionado na saúde também podem ser um pouco contraditórias.

 

No post de hoje, decidimos acabar de vez com essa dúvida e mostrar como esse equipamento, com o auxílio de novas tecnologias, pode evitar problemas respiratórios graves. Acompanhe com a gente!

 

O ar-condicionado combate problemas respiratórios

Períodos prolongados em edifícios com ar-condicionado têm sido associado a casos mais elevados de infecções respiratórias, incluindo amigdalite, dores de garganta e resfriado comum. No entanto, essas consequências geralmente estão relacionadas à falta de manutenção e limpeza do aparelho, e não necessariamente ao seu uso no ambiente.

 

Em muitos casos, o ar-condicionado pode ser benéfico para a saúde respiratória. Isso acontece principalmente quando ele é instalado em áreas com elevados níveis de poluição, onde as partículas no ar podem ser perigosas para as pessoas com condições pulmonares mais frágeis, como asma ou enfisema.

 

Para esses casos, estar dentro de um edifício fechado com ar-condicionado evita que a poluição do ar entre em nossos pulmões e prejudique nossa respiração. Abrir as janelas de tempos em tempos ajuda muito na renovação do ar, porém, se você vive em locais com altos níveis e poluição, é melhor evitar isso.

 

O ar-condicionado previne contra Influenza A

Casos de surtos de H1N1 sempre preocupam muito a população e levantam dúvidas sobre as formas de contágio e disseminação do vírus. Alguns especialistas sugerem que o ar-condicionado pode aumentar as chances de transmissão da doença, uma vez que a contaminação ocorre pelas vias respiratórias.

Porém, equipamentos mais modernos de ar-condicionado, facilmente encontrados no mercado hoje, são totalmente indicados para o controle da doença, já que possuem tecnologia que reduz a disseminação do vírus.

 

Há modelos, por exemplo, que reduzem a ocorrência de problemas respiratórios, uma vez que emitem íons de oxigênio e hidrogênio ativo que combatem vírus e bactérias, como ácaros e fungos.

 

Cuidados necessários para obter bons resultados

Embora os aparelhos de ar-condicionado levem a “má fama” pela propagação de problemas respiratórios, a grande verdade é que o vilão é outro: a falta de manutenção.

 

Como você viu, os aparelhos de ar-condicionado não renovam o ar, mas são responsáveis pela circulação deste no ambiente. Assim, para garantir a boa saúde de todos do ambiente, o mais adequado é realizar a manutenção periódica dos equipamentos, trocando os filtros e higienizando-os, seguindo a frequência recomendada no manual.

 

Recomenda-se também trocar o aparelho após alguns anos de uso, substituindo-o por um modelo de tecnologia mais avançada, melhor controle de temperaturas e com recursos de filtragem de ar e eliminação de bactérias e vírus.

 

Outra dica é manter a temperatura do local em um nível que seja agradável e não prejudicial aos usuários. Basicamente, ambientes climatizados entre 23° e 25° são ideais para qualquer situação, já que não causam nenhum tipo de doença pela baixa temperatura e nem grandes choques térmicos por troca de ambientes.

 

Agora que você já descobriu quem é o verdadeiro vilão da história, não facilite: mantenha os cuidados com o seu ar-condicionado em dia e combata os problemas respiratórios para todos que frequentam o ambiente climatizado. Ainda não sabe como colocar isso em prática? Veja agora nossas 5 dicas para fazer a manutenção do ar-condicionado!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.