Pretende mudar o ar-condicionado de lugar? Veja como fazer – A.Dias

fev 15

Pretende mudar o ar-condicionado de lugar? Veja como fazer

Reformas com alteração de layout e mudança de endereço são algumas razões que nos levam a mudar o ar-condicionado de lugar. No entanto, essa tarefa não é tão simples quanto parece. Você sabe quais são os cuidados necessários para realizá-la?

Essa operação requer algumas técnicas para que esse equipamento volte a funcionar perfeitamente ao ser reinstalado. Neste artigo, você terá acesso aos principais passos para mudar o ar-condicionado de um canto para outro. Confira!

Faça a higienização do sistema

Equipamentos e acessórios como filtros, tubulações e aberturas de ar precisam de limpeza periódica por meio de manutenção. Esses componentes, quando estão sujos, podem liberar partículas, bactérias e outros agentes que prejudicam a saúde dos usuários.

Portanto, aproveite o momento da troca do ar-condicionado para fazer a higienização de todo o sistema, mesmo que tenha sido feita recentemente.

Recolha o fluido refrigerante

O fluido refrigerante, também conhecido como gás, é uma substância que retira o ar quente do interior do ambiente e o encaminha para a parte externa do imóvel por meio da tubulação do sistema de refrigeração e da unidade condensadora do ar-condicionado.

Para evitar que vazem para a atmosfera e contribuam com os impactos ambientais que já provocamos no dia a dia, ele deve ser recolhido do sistema por técnicos especializados que utilizam procedimentos e equipamentos próprios.

Feche a válvula da linha de vapor

Após o recolhimento do gás refrigerante e da rede de líquidos, os últimos passos da desmontagem para mudar o ar-condicionado de lugar são: fechar a linha de vapor, desligar a condensadora e tirar a tubulação.

Descubra o tamanho do sistema

Verifique se a área (comprimento x largura) do novo ambiente é compatível com o aparelho que você quer instalar. Pode acontecer que a sua potência (em BTUs) não atenda ao recomendado pelo fabricante.

Com as dimensões do novo local em mãos, é preciso ter em mãos mais alguns dados para você fazer o cálculo da potência mais detalhado. São eles:

  • a quantidade de pessoas que frequentarão o ambiente;
  • a quantidade de equipamentos eletrônicos que emitem calor;
  • a quantidade de janelas;
  • o período de exposição ao sol (manhã ou tarde);
  • se existe ponto elétrico próximo ao novo local;
  • a tensão da rede elétrica (se é 110 V, ou 220 V).

Caso não consiga levantar essas informações, procure um técnico em refrigeração e um eletricista. Consulte o manual do seu ar-condicionado e verifique com os profissionais se ele poderá ser reaproveitado.

Veja se existe a necessidade de criar zonas de resfriamento e aquecimento

As zonas de resfriamento ou aquecimento são os locais onde as unidades evaporadoras devem ser instaladas. Em certos casos, como o pé-direito muito alto e/ou muitas janelas e portas, é necessário instalar mais equipamentos para fornecer o conforto adequado.

Faça o transporte correto

Quando retirar o ar-condicionado do lugar, acondicione a unidade evaporadora com todos os equipamentos móveis que foram desmontados em caixas e evite pancadas e movimentos bruscos. Afinal de contas, você não quer um aparelho com arranhões e trincas, não é mesmo?

A unidade condensadora deve ser transportada na posição em pé. Se isso não acontecer, ela deverá permanecer por duas horas nessa posição (sem nenhum movimento) e só depois disso poderá ser reinstalada.

Assim, conhecendo as várias etapas e processos para mudar o ar-condicionado de lugar, podemos concluir que isso não é tarefa para qualquer curioso, pois há várias técnicas específicas no procedimento. Para evitar dores de cabeça, o aconselhável é buscar a ajuda profissional especializada.

Agora que já conhece os passos para transportar e reinstalar o ar-condicionado, continue no blog e entenda quais os cuidados que você deve ter para preservar o ar-condicionado. Até lá!

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.