O que considerar no seu projeto de iluminação? – A.Dias

mar 12

O que considerar no seu projeto de iluminação?

Na hora de criar um projeto de iluminação, muita gente ainda tem dúvida para desenvolver esse processo, pois os cômodos da residência já não possuem as mesmas cores e tons como antigamente. Agora, tudo é pensado de acordo com as preferências dos donos dos imóveis, que cuidam de cada detalhe que remete a sua personalidade.

No entanto, sabemos que a beleza dos cômodos não pode ser o fator principal ao montar o projeto. Afinal, nós geramos um desperdício de R$ 61,7 bilhões somente com energia nos últimos três anos, segundo o relatório da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco).

Quer saber como elaborar um bom projeto de iluminação, sem prejuízos? Continue lendo este artigo e descubra vários segredos que separamos para você!

Qual é a importância de uma boa iluminação?

Mais do que economizar energia, uma iluminação eficiente tem o poder de melhorar o humor, contribui para o bem-estar, traz uma boa convivência entre as pessoas, aumenta a produtividade e ainda valoriza o ambiente.

Como montar um projeto de iluminação?

Agora que você já sabe o quanto é importante ter uma casa bem iluminada, temos uma dica: não pense somente nos custos que o projeto vai gerar. É sempre importante analisar o retorno que cada escolha trará a longo prazo, combinado? Veja alguns pontos:

Faça um planejamento

O primeiro passo é fazer uma reflexão para descobrir como o projeto será construído. Questionamentos como O que você gostaria de ver em um quarto?”, ou “O ambiente é bem ventilado?” ajudam a tomar melhores decisões em seu plano de iluminação.

É importante pensar, também, em cores e demais tons que vão acompanhar o projeto. Por exemplo, para quem tem o costume de ficar muito tempo na sala de estar, paredes escuras não são indicadas, pois esse tipo de tonalidade exige ainda mais iluminação, já que o ambiente fica sombreado.

Aproveite a luz natural

Verifique todos os cômodos da casa. Observe onde você pode aproveitar a iluminação natural, usando aberturas e cores claras a seu favor. Em alguns ambientes, recomenda-se claraboias — que ajudam na iluminação e na ventilação. Para proteger os móveis da incidência solar, sugerimos blackouts, persianas e cortinas, toldos e telas, além de esquadrias de alumínio.

Fique de olho em tendências de iluminação

As novas tecnologias conseguem unir economia e sustentabilidade. Uma ótima opção é o dimmer, que regula a intensidade da luz de acordo com a sua vontade. Outro aparelho legal é o sensor de presença, que aciona a lâmpada somente quando alguém transitar pelo local.

Há também luminárias de embutir que fornecem um tipo de iluminação focal, ou seja, diretamente a um ponto específico. Geralmente, são usadas em objetos de decoração.

Você percebeu que não é tão difícil elaborar um projeto de iluminação? O mais importante é ficar atento aos detalhes e buscar sempre o equilíbrio, para não deixar um ambiente pouco ou muito iluminado.

Ainda tem alguma dúvida para planejar ambientes bem iluminados? Não deixe de compartilhar com a gente nos comentários abaixo!

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.