Entenda como funciona e quais são as vantagens da ventilação cruzada – A.Dias

jun 13

Entenda como funciona e quais são as vantagens da ventilação cruzada

A ventilação cruzada é uma estratégia usada nos projetos de arquitetura com a intenção de manter os ambientes frescos e com o ar sempre renovado. O interessante é que se for prevista antes da construção do imóvel, ela pode ser obtida de maneira natural, ou seja, sem o uso de equipamentos.

Sabemos que nem todos os recursos naturais são renováveis, inclusive alguns já indicam suas possibilidades de escassez. Portanto, o que pudermos utilizar da própria natureza em nosso dia a dia é bem-vindo. Pensando nisso, criamos este artigo para explicar a você o que é a ventilação cruzada, como ela pode ser obtida em sua casa e quais as suas vantagens. Acompanhe!

O que é ventilação cruzada?

A ventilação cruzada é uma técnica que utiliza um dos recursos naturais mais abundantes que temos em nosso planeta: o vento. Consiste basicamente em instalar portas, janelas e vãos em posição oposta ou adjacente. Dessa maneira, o ar fresco sempre vai circular dentro do ambiente, empurrando o ar quente para fora.

Isso pode ser feito em edificações com apenas um nível, onde a circulação do ar ocorre de maneira horizontal, ou em prédios de forma também na vertical. Nesses últimos, o ar fresco entra pelos pavimentos mais baixos e força o ar quente a subir e encontrar saídas opostas. Quanto maiores forem as aberturas, melhor será o fluxo da ventilação.

Em algumas situações, nas quais existe a dificuldade de abertura de janelas e portas, a ventilação cruzada pode ser induzida por meio de exaustores e equipamentos de ar-condicionado.

Quais as vantagens da ventilação cruzada?

Por ser natural, oferece uma série de benefícios para os usuários dos imóveis. Conheça alguns:

  • conforto térmico: o ambiente não fica muito frio nem quente;
  • ar puro: livre de fungos e bactérias que podem estar presentes nos ambientes ou no interior dos filtros de equipamentos de climatização;
  • economia na conta de energia elétrica: requer menos tempo de uso de equipamentos como ar-condicionado, ventiladores e outros;
  • praticidade: livre de custos de manutenção;
  • sem ruídos: você só ouve a brisa e os ventos em vez dos motores elétricos;
  • renovável: não requer extração de recursos naturais para construção de equipamentos.

Como montar um projeto de ventilação?

Para obter os benefícios da ventilação cruzada, é preciso ficar atento a alguns detalhes técnicos. O mais adequado é contratar um arquiteto ou uma empresa especializada em climatização de ambientes, pois eles são capacitados para criar projetos eficientes. No entanto, para montar um projeto de ventilação em sua casa, você pode seguir algumas dicas básicas:

  • vãos, portas e janelas instalados em posição oposta proporcionam melhores fluxos de ar do que os construídos de maneira adjacentes;
  • maiores vãos possibilitam melhor circulação do ar;
  • as janelas devem ter, de preferência, básculas móveis e superiores, pois facilitam a saída do ar quente, que tende a subir;
  • para minimizar o calor, evite a incidência dos raios solares diretamente nos ambientes. Você pode utilizar brises (quebra-luz).

Portanto, as edificações construídas com ventilação cruzada proporcionam ambientes agradáveis, saudáveis e sustentáveis. Com isso, sempre que for construir, comprar ou alugar imóveis, lembre-se dessa técnica de arquitetura e usufrua de seus benefícios.

Outra dica para manter de maneira eficiente o conforto térmico é aliar esse sistema com os equipamentos condicionadores de ar. Para não errar na escolha, consulte um especialista.

Agora que já sabe o que é a ventilação cruzada, compartilhe este post nas suas redes sociais e instrua seus amigos e seguidores.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.