Consumo de energia do ar-condicionado: Mitos e Verdades – A.Dias

nov 16

Consumo de energia do ar-condicionado: Mitos e Verdades

Consumo de energia do ar-condicionado: Saiba agora o que é mito e o que é verdade em relação ao gasto de energia com o ar-condicionado!

É praticamente unânime a opinião de que está cada vez mais difícil viver sem ar-condicionado. Seja para aguentar o calor ou o frio, esse é um dos investimentos mais desejados das famílias brasileiras, e é preciso pesquisar bastante antes de tomar a decisão final.

Ao mesmo tempo que desejamos ter um ambiente com a temperatura ideal, nem imaginamos quantos são os mitos e verdade sobre o consumo de energia do ar-condicionado. Nesse sentido, alertaremos hoje para os cuidados necessários na hora de escolher o seu aparelho. Acompanhe!

Ligar e desligar o ar-condicionado reduz o consumo de energia?

Mito. O que acontece é exatamente o contrário: ao ligar e desligar seu aparelho com muita frequência, é provável que o seu gasto de energia aumente por conta dos picos de consumo.

Ar-condicionado causa alergias e gripes?

Mito. O que pode causa algum mal-estar é entrar e sair diversas vezes de ambientes com temperaturas muito opostas e extremas. Por exemplo, se a temperatura natural é de 30 graus na sala e você só tem ar-condicionado no quarto, deixe o termostato em 25 graus para não sentir muito choque ao trocar de cômodo.

Outra coisa que pode causar crises alérgicas é a não manutenção do filtro do equipamento. É só manter a limpeza frequente e rígida para evitar desconfortos.

O aparelho faz muito barulho?

Mito. O ar-condicionado só fará sons excessivos se ele estiver com algum problema. Muito barulho é apenas um sinal de que algo está errado e de que você deve chamar um especialista para analisar o caso. Não ignore os “sintomas” do seu aparelho e mantenha a manutenção em dia.

A potência utilizada interfere no consumo de energia do ar-condicionado?

Verdade. Ao comprar um equipamento com o número de BTUs abaixo do que o ambiente realmente necessita, você acaba forçando a capacidade do aparelho. Além do equipamento não atender às suas expectativas, você vai gastar mais que o normal. Portanto, economizar na hora da compra nem sempre é um bom negócio: é preciso analisar bem caso a caso, o que já desmente o mito de que qualquer aparelho serve para qualquer ambiente.

O ar-condicionado inverter é mais econômico?

Essa é uma agradável verdade. Isso porque o ar-condicionado inverter controla a velocidade da compressão do aparelho, resultando em uma performance mais econômica. Ele pode gastar até 40% menos que os demais aparelhos, já que a sua tecnologia não fica desligando o compressor, evitando picos de voltagem.

A temperatura utilizada interfere no consumo?

Verdade. O ideal é manter o seu aparelho sempre em uma temperatura mediana (algo entre 22 e 24 graus), já que usar o ar-condicionado em sua potência máxima e mínima acaba consumindo uma energia desnecessária e excessiva.

Então, gostou do nosso conteúdo? Siga-nos no Facebook, YouTube, Twitter e Instagram agora mesmo!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.