Entendendo a bandeira tarifária: dicas para diminuir a conta de luz

3 minutos para ler

Você sabe o que quer dizer bandeira tarifária na conta de luz? Em vigor desde 2015, o modelo é definido mensalmente e separado por cores verde, amarela e vermelha. Isso interfere no valor da conta de luz, pois gera uma cobrança extra no valor total. As bandeiras servem para sinalizar o custo da geração de energia para o consumidor, avisando sobre o aumento na cobrança.

Além de alertar o consumidor sobre a existência ou não de uma tarifa extra, essa sinalização informa de quanto será o repasse do custo energético em função das condições de geração de eletricidade. Isso ocorre por conta do armazenamento dos reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN), que pode estar comprometido devido a condições climáticas.

Muita gente ainda não entende como a bandeira tarifária funciona e de que forma pode impactar no orçamento mensal. Por isso, preparamos este artigo. Entenda mais sobre a cobrança extra e veja dicas de como economizar energia. Confira a seguir!

O que são as bandeiras tarifárias?

Criadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), as bandeiras tarifárias têm o objetivo de informar ao consumidor quando a conta de luz estará mais cara ou barata. Elas sinalizam o custo da energia gerada com o acréscimo que virá no consumo.

São divididas nas cores verde, amarela e vermelha (patamar 1 e 2) e a definição de qual bandeira será usada no mês é definida pelo nível dos reservatórios das hidrelétricas. Quando chove pouco, as termelétricas precisam ser usadas, e isso tem um custo maior. Por isso, o valor é repassado ao consumidor.

É um custo novo sendo cobrado?

A cobrança de gastos excedentes com geração de energia já era feita. Porém, as bandeiras tarifárias agora permitem que o consumidor tenha controle disso. Essa sinalização indica mensalmente a cobrança extra, dando a oportunidade de que seja feita uma economia no consumo.

Como diminuir os gastos com energia elétrica?

Sempre que forem sinalizadas as bandeiras amarela e vermelha você e sua família devem ficar mais atentos na forma como usam a energia elétrica. Com algumas mudanças no cotidiano é possível reduzir os gastos com a conta de luz. Veja alguns exemplos:

  • reduzir o tempo do banho;
  • regular o termômetro do chuveiro elétrico, sem que esteja no máximo;
  • tirar da tomada aparelhos eletrônicos que possuem visor quando não estão sendo usados;
  • abrir a geladeira apenas quando for pegar os alimentos;
  • acumular a roupa para lavar na máquina e passar;
  • manter as luzes apagadas quando não houver pessoas no cômodo;
  • optar por ar-condicionado com tecnologia inverter;
  • fazer a manutenção e limpeza de filtros do ar-condicionado com frequência;
  • fechar portas e janelas quando usar o ar-condicionado;
  • trocar as lâmpadas incandescentes por LED.

Com essas mudanças é possível ter uma redução significativa na conta de luz quando houver sinalização de bandeira tarifária amarela ou vermelha. Assim, você consegue ter o controle e evita a desagradável surpresa de uma conta alta, fora da previsão do orçamento.

Gostou das dicas? Aproveite para curtir a nossa página no Facebook e fique por dentro de mais conteúdos como esse. 

ar condicionado lgPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário