Ar-condicionado no ambiente de trabalho: como mediar os conflitos?

4 minutos para ler

Apesar de ser uma excelente maneira de garantir um maior conforto em alguns locais, o ar-condicionado no ambiente de trabalho pode acabar sendo uma dor de cabeça para quem precisa administrar essa situação. Afinal, são diversas pessoas convivendo em um mesmo ambiente fechado.

Alguns têm alergias, outros sofrem de sinusite e há, ainda, quem costuma sentir mais frio. Natural, certo? Porém, como encontrar uma maneira de garantir que todos — ou, pelo menos, a maioria — dos funcionários estejam mais confortáveis? Não é uma tarefa simples, mas é possível ser feita.

Que tal, então, saber quais ações você deve colocar em prática para mediar conflitos referentes ao ar-condicionado no ambiente de trabalho? Continue a leitura para tirar as suas dúvidas sobre o assunto e entender exatamente o que fazer para criar um local, de fato, confortável e agradável para todos. Confira!

Qual a importância do ar-condicionado no ambiente de trabalho?

Trabalhar em um escritório com pessoas de diferentes lugares, com objetivos e pensamentos diferentes, não é uma tarefa simples. Porém, faz parte da rotina e é preciso aceitá-la. Porém, cria-se um outro problema quando falamos em ar-condicionado no ambiente de trabalho.

Decidir qual a temperatura certa, se está muito frio ou muito quente, tudo isso pode prejudicar, até mesmo, o desempenho dos profissionais em suas funções. Mas não adianta brigar com a realidade: algumas cidades estão, de fato, mais quentes. É o caso de São Paulo, por exemplo.

Portanto, não só para climatizar o ambiente e deixar o espaço de trabalho mais confortável, o ar-condicionado pode proporcionar menos ruídos externos, por exemplo, o que impacta diretamente o rendimento dos funcionários. Enfim, contar com o aparelho é cada vez mais fundamental.

Quais ações colocar em prática para mediar conflitos?

Porém, é preciso fazer de uma forma que não gere conflitos entre os seus funcionários. Afinal, o objetivo é gerar mais conforto, não discussões. Confira, então, algumas ações para colocar em prática na sua empresa.

Defina uma temperatura agradável para a maioria

Para acabar com o “disse me disse” sobre qual a temperatura ideal dentro de um escritório, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estabeleceu os valores: para o verão, entre 23º C e 26º C; enquanto, no inverno, o aparelho deve operar dos 20°C aos 22°C.

Mas é possível usar o bom-senso e definir uma temperatura que agrade a todos, conseguindo deixar o ambiente mais fresco e climatizado, sem incomodar ninguém por conta do frio, por exemplo.

Pense na direção do vento do aparelho

Um problema muito comum quando falamos em ar-condicionado no ambiente de trabalho é o vento que sai do aparelho. Portanto, garanta que a posição onde o dispositivo for instalado não atrapalhe ninguém por conta da corrente de vento.

Utilize o umidificador, caso necessário

Muitas pessoas sofrem com sinusite, alergias ou, mesmo, ressecamento de olhos e bocas. Por isso, é preciso se preocupar com o bem-estar de quem está no trabalho. Sendo assim, utilizar um umidificador pode tornar o ambiente mais agradável, mesmo com o ar-condicionado ligado.

Realize manutenções regulares

As manutenções são fundamentais para qualquer aparelho, mas, quando falamos em ar-condicionado no ambiente de trabalho, isso se torna ainda mais importante. Dessa maneira, garanta que os filtros estão sendo limpos ou trocados regularmente e mantenha outras rotinas preventivas.

Agora que você já sabe como resolver conflitos referentes ao ar-condicionado no ambiente de trabalho, aproveite para ajudar mais colaboradores. Compartilhe este post nas redes sociais e proporcione acesso a um conteúdo que pode ser bastante útil no dia a dia das mais variadas empresas e organizações!

Powered by Rock Convert

Posts Relacionados

Você também pode gostar

Deixe um comentário