Alergia ao calor: saiba o que é e como evitar.

3 minutos para ler

Quando a temperatura aumenta, pessoas que sofrem com alergia ao calor passam por momentos complicados. As reações alérgicas se apresentam com vermelhidão, coceiras, inchaço, bolinhas na região afetada e outros sintomas. Isso acontece devido à sensibilidade pelas altas temperaturas, que estimulam o suor.

O que muitas vezes chamamos de alergia, na verdade é a urticária colinérgica, que pode acometer desde bebês até adultos. Ela ocorre com o aumento da temperatura corporal e em casos mais intensos resulta em sintomas como dores abdominais, náuseas e diarreia. Portanto, tomar os devidos cuidados é essencial para não chegar nesse estágio.

Sendo assim, confira dicas para cuidar da saúde nos períodos quentes e manter-se saudável no verão!

Deixar o ar-condicionado com temperatura adequada

O ar-condicionado é um dos principais aliados nos dias em que o clima está muito quente. Contudo, manter um clima que seja agradável e que não esteja tão frio é fundamental. O problema de colocar no mínimo a refrigeração é que, ao sair do ambiente, a mudança brusca de temperatura pode ocasionar outros problemas de saúde.

Ou seja, para evitar uma situação desagradável com a alergia, o ideal é que a temperatura do ambiente fique por volta dos 23 graus. Desse modo, a sua saúde ficará preservada sem sofrer com os efeitos negativos do calor.

Manter um clima agradável no ambiente de trabalho

Assim como os ambientes em casa, é necessário ter esse cuidado no trabalho também. Por mais que possam haver certos impasses quanto à temperatura pelos funcionários, o clima deve ser agradável, sem estar tão frio e também não deve deixar ninguém com calor.

As estações do ano influenciam muito nessa decisão. No alto verão, talvez deixar o ar-condicionado em uma temperatura mais amena não resolva o problema, por exemplo. No entanto, é preciso encontrar um clima adequado no ambiente de trabalho.

Beber água e manter a hidratação

O metabolismo em nossos organismos muda de acordo com o clima no ambiente. É natural transpirar mais no calor, o sol é bem desgastante e os cuidados devem ser redobrados. Além de beber bastante água, é possível deixar os ambientes mais frescos e úmidos com a ajuda de umidificadores de ar.

Esses aparelhos ajudam na respiração e na hidratação, já que o calor pode vir acompanhado do ar seco. Ficar com a hidratação em dia fará toda a diferença e evitará que a alergia apareça, uma vez que as doenças de pele tendem a piorar com o ressecamento.

Usar roupas mais leves

O contato com tecidos pesados ou com texturas mais agressivas para a pele (roupas jeans, por exemplo) também pode piorar as alergias. Para evitar que os sintomas surjam mais fortes, o uso de vestimentas mais leves é o mais indicado. Roupas de algodão ou malhas frias que absorvem o suor são boas pedidas nesses casos.

A alergia ao calor é um problema de saúde comum e que pode ser evitado. Mas é preciso tomar as ações certas como as listadas acima para que a situação não agrave. Manter a sua casa com a temperatura amena também é fundamental. Assim, será possível aproveitar o verão sem grandes problemas.

Para sua residência ter um clima mais agradável, veja mais um de nossos posts e saiba como esfriar casas quentes!

Você também pode gostar

Deixe um comentário