7 dicas incríveis para economizar na reforma da casa – A.Dias

abr 16

7 dicas incríveis para economizar na reforma da casa

Esqueça tudo o que você já ouviu falar sobre reforma da casa! Ao contrário do senso popular, planejar mudanças estruturais ou simplesmente renovar um ambiente em sua residência ou apartamento não precisa ser caro, difícil ou estressante!

O segredo para economizar e não estourar o orçamento é simples: planejamento. O grande erro de quem gasta demais com a reforma é começar a quebradeira e só depois descobrir o que precisa ser feito ou quais materiais devem ser comprados.

Por isso, não importa se você quer fazer pequenas mudanças em apenas um cômodo ou se quer renovar a casa inteira: para que a obra não pese no bolso, é fundamental se organizar.

Se você está sonhando com a reforma da casa mas não sabe por onde começar, confira nossas dicas!

1. Saiba quanto você pode gastar

Ter uma reserva financeira é o primeiro passo para evitar gastos desnecessários. Com dinheiro na mão, você consegue descontos comprando à vista, tem maior poder de negociação e consegue controlar melhor o fluxo de despesas.

2. Reforme uma área por vez

Ainda que seu objetivo seja reformar a casa inteira, divida seu projeto em pequenas obras e comece com um cômodo por vez. Além de diminuir a bagunça, fazer a reforma da casa em etapas permite organizar as finanças com mais facilidade.

3. Não abra mão do projeto

Existem várias formas de economizar na reforma da casa, mas dispensar o projeto não é uma delas! Um projeto arquitetônico bem-feito é essencial para definir o cronograma da obra e descobrir por onde começar e o que comprar.

Pular essa etapa pode ter consequências drásticas — como descobrir que aquela parede que você acabou de derrubar servia de sustentação para a estrutura.

4. Busque profissionais qualificados

Acredite: pagar um pouco mais pela mão de obra pode economizar muito dinheiro ao longo da reforma. Um profissional treinado e qualificado pode indicar materiais com bom custo-benefício, lidar com imprevistos durante a obra e entregar um serviço de qualidade, evitando surpresas futuras.

5. Pesquise preços e negocie

Comparar preços em diversos fornecedores é uma regra de ouro para as reformas: é possível encontrar diferenças significativas no custo de cada material.

Sempre que puder, compre em grande quantidade no mesmo lugar, para conseguir descontos e condições de pagamento mais favoráveis.

6. Considere materiais sustentáveis

Além do custo da reforma da casa, é preciso analisar os gastos futuros. Nesse aspecto, os materiais sustentáveis saem na frente: mesmo que custem mais caro, eles podem economizar dinheiro a longo prazo.

Lâmpadas de led, torneiras com arejador e ar-condicionado com uso eficiente de energia, por exemplo, são investimentos que valem a pena.

7. Analise o custo-benefício

Você não precisa comprar o material mais caro para a reforma da sua casa, mas nem sempre o mais barato é a melhor opção. Insumos de baixa qualidade comprometem a segurança da obra e podem causar transtornos e mais gastos.

Por isso, antes de comprar, é fundamental comparar marcas e modelos e analisar a composição de cada material para fazer a melhor escolha.

Planejar a reforma da casa é essencial para controlar os gastos e não correr o risco de parar a obra pela metade porque o dinheiro acabou. Além disso, ter cautela antes de começar qualquer modificação em casa e considerar a logística da reforma e os transtornos no cotidiano pode fazer a diferença no resultado.

E você, está no meio de uma obra ou vai começar a planejar a reforma da casa? Gostou das nossas dicas? Então, aproveite para descobrir algumas medidas simples para ter um ambiente fresco no verão baixando nosso e-book!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.